Culinária
Tem certeza de que não é carne?

Tem certeza de que não é carne?

Quando se fala em comida vegetariana, a primeira imagem que surge na mente da maioria das pessoas é um prato enorme de salada meio sem graça, cheio de alface e tomate e sem nenhum atrativo visual que faça o consumidor se arriscar a provar o prato. Para quem vê o vegetarianismo dessa forma, irá se surpreender com as opções de alimentação saudável encontradas em Maceió.

Com diversos tipos de regime alimentar, o vegetarianismo pode ser dividido a partir da escolha de seus praticantes. De uma forma simples, além de não se alimentar de carne animal, os praticantes podem excluir de suas refeições produtos de origem animal, como ovo, leite e mel. No entanto, a ideologia vegetariana não se limita apenas à dieta alimentar. Mais comum entre jovens, o veganismo procura conciliar a alimentação exclusivamente vegetal com a conscientização dos direitos dos animais. Os praticantes do veganismo são contra o uso de produtos testados em animais, roupas produzidas com o couro ou qualquer tipo de exploração como circos e zoológicos.

A estudante Hew Barreto vende lanches como seus pastéis de cebola agridoce. (Foto: Mariana Tavares)

Após conhecer o veganismo através de colegas, a estudante de biologia Hew Barreto, 22, aderiu à ideologia com a descoberta de que não precisaria sacrificar nenhum animal para se alimentar. Contudo, o novo estilo de vida da estudante acabava sendo um problema, já que não existia nenhum local que estivesse preparado para disponibilizar uma comida totalmente vegetariana e saborosa em Maceió. O problema foi resolvido quando Hew viu a oportunidade de oferecer os lanches que produzia na própria casa para outras pessoas também veganas (como são chamados os adeptos da dieta).

Desde 2006, a estudante começou a comercializar seus quitutes em shows de rock da cidade. Após o sucesso entre praticantes do veganismo e curiosos, Hew fundou o Amanita Veg, um delivery especializado em fast food vegan. Com um cardápio variado, de coxinhas para festas a panetones para o natal, Hew tenta surpreender os consumidores mostrando que a comida vegetariana pode ser bem mais sedutora do que um prato de salada. “Recebemos recentemente uma encomenda de aniversário com coxinhas, brigadeiros, cachorro-quente e um bolo. O aniversariante só falou para os convidados que a comida era vegan no final da festa e todo mundo ficou achando que era mentira”, disse Hew Barreto.

Proprietários do restaurante Ser-Afim, Martín Diaz e Nidia Battaglia trazem um cardápio vegetariano diversificado com culinária internacional  (Foto: Mariana Tavares)

Em 1986, a argentina Nidia Battaglia decidiu mudar-se de Buenos Aires para ter uma vida mais saudável com seu filho recém-nascido, Martín Diaz. Viajando em um veleiro, a família percorreu por sete anos o litoral brasileiro até que desembarcou no município da Barra de São Miguel, litoral Sul de Alagoas, onde moram até hoje. Por vários anos praticando o vegetarianismo, Nidia aprendeu pratos de diversas nacionalidades e sua criatividade na cozinha fez com que seus filhos seguissem sua dieta alimentar.

Em outubro deste ano, Nidia e Martín resolveram experimentar outra aventura: a família argentina abriu em Maceió o restaurante Ser-Afim, um espaço natural onde é possível apreciar uma farta refeição vegetariana e ainda sentir o conforto de um ambiente acolhedor. Com pratos de influência africana (acarajé e vatapá feito com amendoim), japonesa (tempurá de legumes) e italiana (milanesa à parmegiana), o Ser-Afim é uma boa alternativa para quem deseja se iniciar no mundo vegetariano ou em uma alimentação mais saudável sem precisar sofrer com o paladar.

Com pequenas hortas em sua entrada, a consciência ambiental do restaurante Ser-Afim não influencia apenas o seu espaço físico, mas também dão um gosto especial aos seus pratos. Alguns dos vegetais e temperos plantados no local são utilizados para levar ao consumidor produtos frescos e orgânicos. No entanto, alguns fatores ainda atrapalham a produção de uma alimentação orgânica em Alagoas. “Além dos vegetais que plantamos no próprio restaurante, tentamos procurar fornecedores de comida orgânica em Alagoas, mas estes ainda são poucos e têm uma variedade de alimentos pequena, o que atrapalharia na diversidade do nosso cardápio”, lamenta Nidia Battaglia.

SERVIÇO
Restaurante Ser-Afim
Rua Paulina Maria de Mendonça, 141, Jatiúca
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 12h às 15h
Mais informações: 3313-3155

Amanita Veg Delivery
Mais informações: através do e-mail amanitaveg@gmail.com

Compartilhe

Posts Relacionados

Responder

Seu e-mail não vai ser publicado. Required fields are marked *