Revista Graciliano
O lugar da história

O lugar da história

Ao percorrer os corredores do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, entre móveis antigos e estantes que vão até o teto, tomadas por centenas e centenas de livros, muitos de valor incalculável, a sensação é de que estamos num ambiente sagrado. Capítulos essenciais de nossa história só podem ser devidamente conhecidos e avaliados à luz do que a instituição preserva em seu extraordinário acervo.

Seja qual for a disciplina, a área de conhecimento ou o evento particularmente decisivo na história do Brasil, aqui o pesquisador encontrará páginas incontornáveis para seu projeto. Por isso mesmo, historiadores e sociólogos de todo o país recorrem com frequência a esse patrimônio intelectual que, entre outros méritos, abriga parte da memória coletiva de um povo e ilumina aspectos da formação da sociedade em que vivemos.

Títulos raros, únicos, são citados em incontáveis estudos – do cangaço à escravidão, da era dos engenhos à cultura popular, da formação das cidades a levantes políticos, dos primórdios da ecologia ao pensamento mágico de tribos indígenas. A cada volume, a revelação de informações até então inéditas organizadas em fontes primárias.

Mas o instituto não é exclusivo para especialistas. Está aberto ao público em geral, que pode consultar obras sobre os mais diversos temas, ler jornais e revistas que deixaram de circular há décadas, apreciar coleções, enciclopédias, edições originais e documentos que registram fatos marcantes para Alagoas e para o Brasil.

Ao preparar a edição do último número da Graciliano, dedicado ao aniversário de 200 anos de Maceió, tivemos a satisfação de manter contato com esse verdadeiro templo da inteligência – tão imponente quanto acessível. Foi uma pesquisa valiosa para o trabalho que pode ser conferido na revista.

Para manter tudo isso cuidadosamente organizado, protegido de eventuais ou permanentes ameaças, a figura de Jayme Lustosa de Altavila tem sido fundamental ao longo dos anos. Com sua admirável dedicação, o presidente do Instituto Histórico e Geográfico merece nosso reconhecimento pelo desempenho e postura exemplares no comando da entidade.

Quando for ao centro da cidade, visite o local. Você vai constatar que as linhas acima contemplam apenas uma pequena parte da riqueza ali reunida.

Compartilhe

Posts Relacionados

Responder

Seu e-mail não vai ser publicado. Required fields are marked *