Bienal 2015

Bienal 2015

Texto por Luís Gustavo Melo Considerado por vários críticos e escritores como dono de uma estética única no cenário da literatura brasileira, em mais de seis décadas de atividade, Lêdo Ivo transitou com maestria pelos mais diversos gêneros literários. O ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Texto por Luís Gustavo Melo Ninguém pode difamar o maranhense José Ribamar Coelho Santos, o artista que ficou nacionalmente conhecido como Zeca Baleiro. Em pouco mais de duas décadas de carreira, o músico conseguiu construir uma trajetória digna, cujo caminho ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Texto por Luís Gustavo Melo Da geração de artistas da MPB surgida em meados dos anos 1960 aos mais destacados autores do rock nacional da década de 80, a música popular no país abordou questões existenciais e políticas em canções ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Texto por Luís Gustavo Melo Estamos no quinto dia da Bienal, a agitação no espaço do centro de convenções é grande e o fluxo de visitantes, que chegam a todo momento em busca das novidades do mercado editorial, é intenso. ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Texto por Fernando Coelho e Luís Gustavo Melo A literatura é uma experiência de descobertas. Tornada hábito, estimula o despertar de novos sentidos e o repensar do mundo, de si próprio e até do outro. Quem lê amplia o repertório ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Texto por Luís Gustavo Melo Descobrir, explorar, aprender. Criar novos mundos, novas realidades. Como falam recorrentemente estudiosos e acadêmicos – e você amigo leitor certamente também deve saber –, a leitura é fundamental para construção de conhecimentos e para o ...

LEIA MAIS

Bienal 2015

Nos primórdios, como sabemos, a palavra escrita apareceu na pedra, em peças de barro, em folhas de plantas, em tábuas de madeira, em papiros, em pergaminho. Aqueles tempos remotos (alguns milênios antes de nós) viram surgir sucessivos experimentos que, séculos ...

LEIA MAIS